No centro da espiral

e vieram as máscaras. Inúteis, horrorosas 
e impostas mediante violência.
e veio a violência. E o pânico. 
então veio o isolamento. O fique-em-casa 
e o cala-a-boca.
e 24 horas por dia de notícias escatológicas 
incentivando a neurose coletiva.
Assim, submissos, submetidos e humilhados, 
mascarados e confinados, 
viveram por mais de um ano...
então veio a vacina. Que não imunizava 
mas era obrigatória
e os menos esclarecidos a disputaram a tapas
e gloriosamente postavam nas redes
fotos do momento da vacinação... 
e depois pegaram a doença
e a indústria da mentira foi 
fartamente alimentada
e as pedras voavam na direção 
dos que não tinham medo
porque o grande crime 
passou a ser não ter medo
eram os “negacionistas”
porque é preciso pôr um rótulo...
apenas negavam a eficácia da vacina
não a existência da doença
nem o perigo que representava...
agora, toda a farsa veio à tona
a vacina que ameniza 
mas não imuniza
a doença que poderia ser controlada
a estabilização – ou amenização
natural do vírus nas novas cepas
e a ameaça de tudo recomeçar
pânico, fica-em-casa, cala-a-boca
máscara e vacinação compulsória
porque agora eles negam as evidências
os artigos científicos
e as verdades expostas
quem são os novos negacionistas
porque tudo se repete, 
como uma espiral 
a população achando lindo
pensar que teremos nova pandemia
vibrando com a possibilidade
de não precisar trabalhar...
quando vier a fome
derramarão lágrimas de sangue
por um dia de serviço bem pago
mas então será tarde
muito tarde
para sentir

(Imagem: banco de imagens Google)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s