Passado (dezembro/2010)

Enquanto houver um olhar fixo no ponto por onde chega alguém que tarda, e não vem…

 

                                                           Muitas vezes nos damos conta de que parte do nosso passado teima em ficar escondidinho atrás da cortina da sala da existência, e nos espreita, deixando-se flagrar em sua missão de nos mirar sempre, para incomodar mesmo, para que não a deixemos ir para as brumas do esquecimento, a névoa da confusão em que os fatos pretéritos se misturam em datas, locais, vozes, sabores…

                                                           Súbito vêm-nos à mente acontecimentos que há muito julgávamos esquecidos.

                                                           Como o cheiro e o sabor das comidas que comíamos aos domingos na casa da avó.

                                                           A cor dos papéis que envolveram os ovos de páscoa de nossa infância.

                                                           O toque gostoso das tímidas mãos do primeiro namorado.

                                                           O peso do material que levávamos à escola diariamente.

                                                           E podemos ver as fachadas das casas cuja frente automaticamente percorríamos diariamente e nem sequer as olhávamos. Agora, nítidas, vêm à nossa mente como se as tivéssemos visto ontem.

                                                           O cheiro da chuva ao molhar a terra do quintal…

                                                           Os sons das músicas que dançávamos – nossa geração dançou muito, novos ritmos, novos modismos, rompendo um sistema secular, e vieram as discotecas, as danceterias, e hoje nossa música, tão moderna, tão “nova” já se perdeu, já ficou para trás.

                                                           E tantos amigos que deixamos ao longo do caminho, por mudanças de cidade, por ingresso em faculdades distantes, e aqueles que nos deixaram para sempre…

                                                           Então mergulho em tantas lembranças, deixo a saudade inundar minha alma e trago o passado para dentro de minha sala.

                                                           Vejo então que muita coisa, na verdade, nunca passou. O passado não é passado. Apenas fatos que colocamos mais fundo nas gavetas da memória, que tantas vezes nos esquecemos de arrumar, mas, em qualquer distração, saltam e vêm nos assombrar, acendendo a luz da saudade…

 

                                                     

3 comentários em “Passado (dezembro/2010)

  1. Greetings from Idaho! I’m bored at work so I decided to check out
    your blog on my iphone during lunch break. I really like the info you present here and can’t wait to
    take a look when I get home. I’m shocked at how fast your blog loaded on my mobile ..
    I’m not even using WIFI, just 3G .. Anyhow, very good
    blog! I could not resist commenting. Exceptionally well
    written! I really like what you guys are usually up too.
    This kind of clever work and exposure! Keep up the
    awesome works guys I’ve included you guys to my blogroll.
    http://foxnews.net

    Curtir

  2. Hi, I do think this is a great blog. I stumbledupon it 😉 I
    am going to return yet again since I saved as a favorite it.
    Money and freedom is the best way to change,
    may you be rich and continue to help other people. I seriously love your blog..

    Excellent colors & theme. Did you create this site yourself?
    Please reply back as I’m hoping to create my own personal website and want to
    learn where you got this from or what the theme is named.
    Appreciate it! I’ll right away snatch your rss feed as I can’t in finding your email subscription link or e-newsletter service.

    Do you’ve any? Kindly permit me realize in order that I may subscribe.
    Thanks. http://foxnews.co.uk

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s