Pétalas

Sou Serena como uma flor: Rosa Seca...

Penso em tantas flores que recebi

E outras tantas que ofertei

Quanta simbologia, quanto carinho

Flores deixadas durante a madrugada

No batente da janela, nas inúmeras serenatas

Buquês caprichados entregues por emissários

As orquídeas que floriam meses a fio

Cestas de flores, coloridas e alegres

Ou a singela rosa solitária, cumplicidade e convite…

De tantas flores, restaram algumas tristes pétalas

Prensadas entre as folhas de velhos livros

Sem viço, sem perfume, apenas lembrança

Da alegria do que um dia foi receber as flores

Assim como a saudade, tudo o que  resta,

Como velhas fotos desbotadas de pessoas que se foram

Amores que morreram, paixões que esfriaram

Tudo hoje são as pálidas e secas pétalas

Cuidadosamente esquecidas entre as pregas da memória

(Imagem: banco de imagens Google)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s