Dia de poesia

Hoje trago um poema de meu amigo Clovys Torres…

 

Se eu fosse poeta, te faria poesias…

se eu fosse escritor, te escreveria romances…

se eu fosse jardineiro, te cultivaria jardins…

se eu fosse doido, te faria loucuras..se eu fosse músico, te dedicaria canções….

se eu fosse bailarino, dançaria com você.

Só que não sou nada e me entrego inteiro!

Eu roubei o relógio do tempo.

 

Vem, vamos brincar com a eternidade

e então seremos românticos,

cantaremos em nossos jardins

e dançaremos como loucos pelas bordas do mundo!

 

Venha, vamos colorir o mar, engolir a lua e

coreografar o vento!

 

Venha,

vamos ser loucos,

fazer loucuras

sem saudade

da lucidez…

 

Se eu fosse sensato,

não te convidaria, 

eu sei que você virá!

e em seus olhos trará

o oceano inteiro

e eu te beberei

como um rei!

 

Sem medo de me afogar!

(de “Curva de vento”)