Ele sempre volta

Ele sempre vai embora. Não consegue ou não pode ficar.    

Às vezes discretamente, outras com grande estardalhaços.

Às vezes se vai mais cedo, outras fica enrolando e demora para ir.   

Mas ele sempre se vai.    

Sabe que deixará saudade, sua volta será ansiosamente aguardada.  

E então tudo escurece, perde o brilho, o calor, e sua ausência é lamentada.   

E chega a hora mais escura da noite, a hora mais fria da madrugada, a natureza em completo repouso, parece que está tudo perdido, que tudo acabou de vez.

Então ele volta.   

Surge, quente e imponente, em cores deslumbrantes, anunciando o novo dia. 

E volta a luz, a claridade, o calor e a própria vida. 

Porque o sol volta, ele sempre volta.

(Imagem: foto de Maria Alice)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s