Poesia da casa – Um barquinho de papel

11 ideias de Barquinho de papel | barcos de papel, barco, fotos

Ligeiro desce meu barco

embalado pelo amor

na corredeira da paixão.

Segue seu curso tão livre

ébrio de felicidade,

desejo, atração, tudo intenso.

E ele corre ligeiro

rumo aos braços do meu amado,

buscando esse outro barco,

vai sempre firme, ansioso

e não se cansa nem desiste

em busca de seu destino.

Agora volta meu barco

contra toda a correnteza

tentando superar a tristeza

de apenas ter encontrado

um barco vazio de afeto

que não lhe tinha apego.

Vagaroso, vai sem querer

seguir em seu triste trajeto,

meu pobre barco desfeito.

Não era de boa madeira

igual a esse amor que morreu

em uma triste madrugada:

era um barco de papel

era apenas um falso amor

desfez-se na noite dos tempos

levado pela enxurrada,

era um barquinho de papel,

era um amor de mentirinha

(Imagem: banco de imagens Google)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s