Texto de Carolina Monsi

Eu desisti daquilo que um dia me fez sorrir, sentir frio na barriga e o meu coração palpitar. Eu desisti daquilo que já me fez bem e que fez a felicidade transbordar em mim. Eu desisti daquilo que um dia foi a minha melhor escolha, o meu melhor presente e o meu abraço favorito. Desisti de nós e se você acha que foi por falta de amor, está errado.

Eu desisti de você mesmo com todo o amor que carregava em mim. Eu desisti daquilo que me sufocou, me prendeu e me machucou. Eu desisti de fingir que estava tudo bem, dos seus carinhos calculados e das nossas conversas forçadas. É, hoje eu desisti de você e não foi porque eu não te amo mais. Falam que quem ama não desiste nunca. Mentira. Quem ama desiste sim. É que uma hora cansa, sabe? Cansa ter que correr atrás, pedir desculpas sem estar errado ou se dar conta de que a pessoa não te valoriza. É que isso tudo dói. Dói dar amor e não receber. E é por isso que eu fui indo embora.

Desistir é sobre amar. É sobre amar a si mais do que ama o outro. É sobre se valorizar, se querer bem e não se permitir ficar onde há desamor. E hoje eu percebo que a minha melhor escolha mesmo foi ter aberto mão de você, das nossas histórias e dos nossos planos. Agora vejo que desistir de você foi a maior prova de amor que me dei. Eu desisti de você porque você não pensou duas vezes em desistir de nós. Desisti de você para lutar por mim. Desisti de você porque não me permiti desistir de mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s