Última lágrima

Une larme pour nous…

Una lacrima per noi…

A tear for us…

Una lagrima para nosostros…

RAZÃO DE VIVER....

Era a imagem da solidão. Era a própria solidão.

Única, sem par, sem companhia.

Corria, solitária, seguindo seu caminho

Sabia que a qualquer momento não mais estaria

Porque não ia em busca de lugar nenhum

Apenas descia, quente, em sua trilha gelada

E morreria antes de chegar a qualquer lugar

Jamais seria acolhida, jamais seria bem-vinda

Apenas passava. Sem nada trazer, levar nem esperar.

Como as nuvens que flutuam no azul infinito

Como as águas que correm nos rios apressados

Como o vento que geme entre as folhagens tristes

Não sabia quantas a precederam, nessa trilha

E muito menos se outras tantas viriam no depois

Conseguiu ir um pouco mais além em sua sina

E se desfez, voltando ao nada que sempre fora

Solitária, trilhara seu caminho, cumprira seu destino:

A única lágrima que ainda escorreu daqueles olhos

Um comentário em “Última lágrima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s