Bastaria voltar

Sabe, queria tanto que você voltasse,  que vivêssemos de novo nosso mundo de encanto e paixão…

Se você voltar, amor, prometo que as estrelas explodirão em um show de luzes que o mundo todo se alumbrará.

Prometo, amor, que a Terra tremerá de emoção ao abrigar tanta alegria.

Provocaremos, com nossa paixão, terremotos e tsunamis, milhares de estrelas cadentes surgirão, a lua e o sol permanecerão para sempre juntos no céu.

Sabe, com sua volta o inverno será curto e agradável e logo a primavera desabrochará em milhares de cores e flores para encantar nossas vidas.

Quando você voltar, amor, o mar se acalmará e será manso como um balanço de criança a nos embalar sem nenhum perigo.

Na sua volta começaremos uma nova vida, novas aventuras, viagens, e o companheirismo será ainda mais intenso.

Bastaria você voltar e reconquistaremos aquela paz que só tivemos quando estávamos juntos, dividindo a vida, os sonhos, os planos, as risadas e as lágrimas.

Lembra-se, amor, daquele sítio que sempre parávamos na frente e íamos andar entre as hortênsias e as buganvílias floridas e sonhávamos comprá-lo um dia e morar lá? Então, eu tenho ido lá, deixo a moto no mesmo lugar de sempre e vou andar e chorar entre as flores, ao lembrar tanto de você. Dez meses de lágrimas.

Depois que você voltar faremos juntos aquela viagem de moto até o Alasca, e, quem sabe, atravessaremos o estreito de Bering e chegaremos na Rússia… 

Iremos até Roma, desceremos a Puglia e Campania, depois poderemos ir até o Algarve, em Portugal… já imaginou que aventura?

Poderemos fazer de novo a vida valer a pena. Mas somente se formos dois. Voarmos juntos. Sonharmos juntos…

Meu amor, tivemos tão pouco tempo para realizarmos nossos planos, vivermos nossos sonhos, e agora minha vida também está sendo levada rapidamente pelo tempo…

Volta, amor, e prometo que não me importarei se você ainda quiser fazer aquela tatuagem. E ainda prometo que eu também farei uma tatuagem.

E nós dois seríamos, para sempre, apenas um.

Eu sonho, amor, sonho dia e noite com sua impossível volta.

Mas você não vai voltar, meu amor. Eu bem o sei. Aquele passeio tão banal, o bate-e-volta para um café da manhã, sem retorno… ela esperava por você na descida depois da curva, naquela poça de óleo… ela levou você para sempre…

(Imagem: banco de imagens Google)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s