Dia de Poesia – Ana Alencar – Enquanto dormes

Enquanto dorme em meus braços
após horas de amor saciado
sinto-te tão meu
e te guardo num sonho acordado

Enquanto repousas seu cansaço
em um sono profundo enfim
o desejo do seu corpo
como um guerreiro depondo
suas armas entregues a mim.

(Imagem: banco de imagens Google)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s