Somos apenas peças

 

 

Às vezes é tão difícil escrever! Não falta vontade nem inspiração, mas não há tempo para ir até o computador.

O tempo é curto, os afazeres são muitos. Problemas a resolver, contas a pagar.

A cada dia parece que as horas encolhem.  A cabeça não descansa, o corpo se cansa.

E um novo amanhecer, um novo anoitecer e nada muda.

Por que temos de dar conta de tanta coisa?

Por que não posso, simplesmente, me sentar na varanda e apenas olhar o céu? sem pensar, sem ler notícias, sem ter absolutamente nada mais para fazer?

Somos peças de uma grande engrenagem chamada realidade. Apenas os dentes das correias e das rodas dentadas. Que, caso falhem ou não se encaixem perfeitamente, tudo se arrebenta. E, na verdade, se não estivermos mais aqui, não faremos falta. Outra peça será colocada para nos substituir, porque, temos de reconhecer, o que importa, é que a máquina funcione perfeitamente, e não os componentes que a fazem funcionar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s