dengue X covid

Pavor com coronavírus cresce, mas o perigo maior está em nosso ...

Minha amiga me manda uma mensagem – está com dengue.

A cidade está com mais de 20.000 casos de dengue. Mas não importa. A doença é nativa, baixa letalidade, e não há verbas extras para seu combate. Ninguém ganha nas costas do mosquito da dengue.     

E, no mesmo período, são 12.000 casos de covid19. Esse dá holofotes. Dá verbas para serem gastas sem licitação. É uma doença importada da china, média letalidade. Muitos ganham nas costas do coronavírus.     

Fique em casa. Continue em casa. É para seu bem.     

Mais de 2.000 empresas já fecharam as portas definitivamente nesta cidade. Não é pouco. As cadeias produtora e empregatícia se ressentem. Há um inevitável efeito dominó. Quatro meses de isolamento horizontal. Tudo fechado.     

Quem sai é obrigado a portar máscara.     

E chegamos à conclusão que as recomendações, medidas, portarias, decretos dos governos estaduais e municipais, as máscaras e o isolamento não surtiram efeito. Porque a peste continua atacando.     

E contra a dengue, o que se faz? Não há decretos, portarias, medidas, absolutamente nada.     

O mosquito da dengue reina soberano nos domínios da cidade. Faz vítimas e mais vítimas. Ninguém nota, porque alunos e professores não faltam às aulas por causa da dengue – TODAS as escolas estão fechadas há mais de 120 dias.     

As pessoas não faltam do trabalho por causa da dengue. As lojas, empresas, prestadoras de serviços, e tudo o mais está fechado. 

Ou seja, não está fazendo a menor diferença se tem gente com dengue ou morrendo de dengue.

Mas que morra em casa. Porque, se for para o hospital, fatalmente vai morrer de covid. Basta ler a lista diária dos mortos: …, 82 anos, diabetes, neoplasia / …, 74 anos, diabetes, doença pulmonar / …, 72 anos, doença renal crônica / …, 68 anos, doença neurológica …    

Ou seja: qual morreu de covid? Nenhum. Podiam estar COM covid quando morreram, mas as comorbidades que mataram.     

E a dengue, qual a desculpa?     

Terrenos sujos, canteiros de avenidas cheios de mato, caçambas, lixo, depósitos, tudo com água parada.

Sem falar nos imundos quintais particulares. E nas dezenas de depósitos de ferro velho.     

Mas tudo bem, deixa a dengue em paz, que implicância…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s