No mar

Acordo na madrugada,

quando o mar

aos gritos, chama por mim.

Ele sabe que um dia eu irei.

Entrarei em suas águas

desmanchando-me nas espumas

e levada por suas ondas,

eu o seguirei. Para sempre.

A paixão então explodirá.

Embriagados e loucos,

tal como amálgama,

para sempre, eternamente,

estaremos juntos.

Não retornarei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s