Dia de poesia – Ana Acto – Deita-te em meus versos

Deita-te em meus versos amor
Fossem eles linho puro
Branco imaculado
Tecido por virgens
Isento de pecado

E ama-me as palavras
Que em meu peito delicadas
Me perfumam
E adornam os seios

Ama-me amor
Assim...tão só ...
De meu corpo faz leito onde repouses
E que ao som da minha voz adormeças
Nas letras
Que te escrevi...

(Imagem: banco de imagens Google)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s