Notas a respeito de nada

Escrever é fácil? Claro, se você é alfabetizado não existe dificuldade…

Não é bem assim. Se você tem algum pendor, boas idéias, é só começar a escrever. Você escreve hoje, escreve amanhã, no outro dia dá uma desculpa tipo falta de tempo, empurra dois dias com a barriga, fim de semana não foi feito para isso…

 De repente sua carreira de escritor, que nem havia começado de verdade, já terminou por ali mesmo. 

E olhe que nem era um livro, mas sim eram notas, crônicas, réplicas de diálogos… mas não tem jeito. 

Você roda o pensamento, roda o pensamento, mas não sai nada da cabeça. Esvaziou. Tenta pensar numa crônica e só consegue lembrar de uma conta que não pagou. Começa uma poesia e a cabeça insiste em ficar repetindo um jingle que grudou no cérebro, tipo casas bahia. 

Deixa tudo para amanhã, quem sabe. 

Aí que tudo piora, até já esqueceu a propósito de que era aquele começado… agora que não mesmo para continuar. Desiste. 

Mas, você não é de deixar pra lá. Daí uns dias tenta de novo.

Não consegue nada.

E fica imaginando de onde os cronistas profissionais tiram tantas crônicas, os romancistas tiram tantos romances, os poetas tiram tanta poesia.

Olha em volta, acha que seu mundo é muito cinzento para servir de inspiração. Resolve abrir um vinho, sentar na frente da TV e assistir filme.

Escrever é para os outros. Muito difícil. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s