Rotina

Sons que atravessam o espaço e trazem o sussurro do que foi perdido

Vento que vem de tão longe com o perfume de flores desconhecidas

Mostram que o mundo é pequeno, é só um, é esse único mundo

Os que sofrem coabitam o mesmo mundo dos felizes

Rastros de estrelas ainda brilham pelo espaço

Mesmo depois que o sol surgindo ameaça tudo apagar com sua luz

A lua tristonha e esmaecida desaparece por trás dos montes

Porque essa Terra gira e gira sem nunca parar

E sol e lua se alternam desde sempre e assim sempre será

E os homens esperam a cada dia o novo amanhecer

Acreditando que nessa rotina infalível está a felicidade

Se nada muda na natureza e as estações do ano

Se sucedem e trazem suas velhas novidades

Na vida de cada um tudo se altera e nada fica

Mas é preciso acreditar que tudo se manterá

E teremos, sempre a certeza de ver acontecer

A cada dia, seus passos, a cada noite, seus sonhos

2 comentários em “Rotina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s