O que temos para hoje

Aceita as surpresas que transformam teu planos, derrubam teus sonhos, dão rumo totalmente diverso ao teu dia e, quem sabe, à tua vida. Não há acaso. Dá liberdade ao Pai, para que Ele mesmo conduza a trama dos teus dias. (Dom Helder Câmara)

 

 

Hoje estou preguiçosa. Sem ideia para escrever. Sem vontade de escrever.

Estou com as asas cortadas e sem voar não consigo pensar nem criar.

Sou essencialmente livre. Não há a menor possibilidade de algo ou alguém me limitar e pretender que eu permaneça viva.

Mas a vida, às vezes se encarrega de nos pregar peças que não têm a menor graça. E assim me vi cativa, há mais de sessenta dias, por problemas de saúde na família. Sem sair de casa. Sem seguir minha louca rotina de administradora do caos, que é exatamente não ter rotina, não morar em nenhum lugar e ficar em todos. Viajar de um lado para outro. Morar em várias casas ao mesmo tempo.

Mas agora, tanto tempo na mesma casa, dormindo na mesma cama, vendo a mesma paisagem, meus olhos estão se nublando. Minha alma está se obscurecendo.

Preciso sair. Bater asas. Encontrar novamente comigo. Porque aqui estou mais sozinha do que quando viajo sozinha.

Estou mais sem norte do que quando vou de um lado a outro sem rumo nem pressa. A rosa dos ventos da minha vida está se desbotando, quase desaparecendo.

Que tudo volte ao normal enquanto estou conseguindo preservar minha sanidade mental…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s