Texto de Alice (não eu!)

Há dias em que não dá para escrever. O corpo dói, a alma dói, o coração sangra… então trago um texto de Alice (não sou eu e desconheço a identidade – o texto veio apenas e singelamente assinado ALICE)… e vale a pena ser lido …

Somos beijos e abraços
Somos saudade de nós
Momentos de amor que ficam
Para quando estivermos sós.
Somos o vento e o tempo
Que nos magoa e afaga
Somos o sol e a chuva
Afecto que nunca acaba.
Somos o cheiro da terra
Onde pisamos sem medo
A maresia que guarda
O teu e o meu segredo.
Somos a alma que chora
Nas partidas magoadas
Os pés cansados de andar
As mãos que querem ser dadas.
Somos um só coração
Batendo no mesmo lugar
Almas que se procuram
Num abraço, num olhar.
Somos a fé que nos fica
Na ausência que nos mata
A solidão que caminha
Nos nós que ata e desata.

Somos sentidos
Intensos
Corações presos
Imensos.

(Imagem: banco de imagens Google)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s