Poesia da casa – Esquecer

Hoje eu resolvi esquecer você.

Vesti-me de amor, perfumei-me de paixão.

E então me recordei de toda nossa história.

Daquele beijo que foi o início e o fim

Da longa separação forçada

Da distância intransponível.

E deixei doer. Livremente.

Como se o beijo tivesse sido ontem

E sua partida tivesse sido hoje.

Não tentei, dessa vez, impedir as lágrimas.

E repassei, mentalmente, todas as lembranças

E chorei. Intensamente.

Até o dia mágico do reencontro.

E senti novamente o encanto de sua presença

Estivemos juntos esse tempo

E a paixão dominou

Agora, chega a hora de dizer adeus

Seguir cada qual o curso de sua própria história

Desapaixonar-me. E isso machuca. Dói muito.

Mas é preciso colocar esse ponto final

Em uma história que teve tantas reticências

Com a mesma ternura que começamos

Devemos nos deixar para sempre

Por isso hoje eu decidi que é minha hora de ir

E peço, com todo carinho a você:

Comece, meu amor, comece hoje

Também a me esquecer.

(Imagem: banco de imagens Google)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s