Dia de poesia – Hoeppner Dutra – Canção

Em meus dias meigos 
só de venturas, 
tu és o carinho. 

Em meu céu plúmbeo 
só de borrascas, 
tu és a bonança. 

Em meu desejo 
sempre a sonhar, 
tu és o beijo. 

Em minha vida 
só de silêncio, 
tu és a canção. 

Em meu ardor 
só de lirismo, 
tu és a divina. 

(Imagem: Nymphe endormie, quadro de Alphonse Osbert, banco de imagens Google)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s